A tecnologia algumas vezes te irrita?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A nossa vida moderna nos impõe que fiquemos conectado 24 horas por dia.Somos despertados pelo alarme do celular, tomando café conferimos nossos smartphones e notebooks, chegando no trabalho todas as nossas tarefas necessitam da tecnologia para serem realizadas, quando saímos do trabalho, depois de horas na frente de computadores e notebooks, checamos nossos e-mail pessoais no celular.

Chegando em casa, pegamos o nosso tablet e damos uma olhada nas redes sociais, na hora de dormir colocamos o celular ao nosso lado para darmos uma última conferida em mensagens e nos nossos e-mails. Essa rotina segue todos os dias da nossa vida, é, algumas vezes você fica irritado com toda essa nova tecnologia que está surgindo, não é?  Saiba que não está sozinho, segundo a pesquisa realizada pela assistência técnica Virgin Digital Help na capital Inglesa, cerca de 60% dos usuários se irritam com a tecnologia e a acham confusa.

Entre os fatores de maior irritação estão as constantes mudanças que ocorrem; todos os dias aparecem novas tecnologias e nós não conseguimos acompanhar a essas mudanças, muitas vezes elas ficam obsoletas e nem chegamos a conhecer.Problemas de compatibilidade entre as diferentes plataformas assolam muitos dos usuários da tecnologia e a falta de segurança que os aparelhos  e as páginas que navegamos também são os principais causadores dos usuários ficarem furiosos com toda essa  tecnologia.

O principal vilão do stress com essa nova tecnologia que veio à partir do início do século  é a rede Wi-Fi,devido a sua inconstância  e muitas vezes a falta de sinal muitas vezes faz com que seus usuários “arranquem os cabelos”. Outro grande motivo de stress são os dispositivos de rede e seus erros na hora de compartilhar recursos em nossas empresas ou até mesmo em casa.

tecnologias que mais irritam

*Pesquisa Realizada pela Virgin Digital Help

Estudiosos afirmam que a tecnologia é positiva e pode ser facilitadora em quase todas as atividades que exercemos desde profissionais até aspectos pessoais, porém devemos fazer a dosagem de quanto necessitamos e em quais circunstâncias elas devem ser prioridade na nossa vida. É aquilo, temos diversas ferramentas, porém muitas vezes nem necessitamos delas, mas as usamos e podemos nos complicar e estressar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *