3 maneiras diferentes de fazer backup no notebook

Tempo de leitura: 6 minutos

Fazer um backup no PC ou notebook é uma tarefa simples e prática que pode ajudar você a manter seus arquivos seguros na hora de formatar, vender um aparelho ou mesmo desocupar espaço de armazenamento. É bom lembrar que este post foi feito especialmente para iniciantes, ok?

Antes de conhecer as maneiras de fazer backup dos seus arquivos, saiba os melhores métodos de manter a salvo seus arquivos, fotos e documentos sem medo de imprevistos. Neste conteúdo nós listamos as 3 maneiras mais fáceis de fazer um bom backup no seu notebook.

Com que frequência devo fazer backup no notebook?

Se você ainda não tem o hábito de fazer backups com frequência, considere adotar essa prática. Para notebooks de uso doméstico, é recomendado de uma vez na semana até uma vez ao mês. Além disso, é bom ter cuidado com soluções de armazenamento físico, como discos rígidos externos e pen drives, pois eles podem quebrar ou ter problemas ao longo do tempo. Você também precisará substituí-los depois de alguns anos para garantir que não falhem. Na hora de investir, procure por marcas confiáveis e um bom espaço de armazenamento. Mais adiante vamos indicar de quanto espaço você precisa para fazer um bom backup.

Confira agora as 3 formas mais fáceis e comuns de fazer backup no PC ou notebook:

HD externo

Resultado de imagem para hd externo
Disco rígido externo Seagate Expansion de 1TB

Uma das formas mais simples e eficazes, principalmente para quem trabalha com arquivos mais pesados, para cinéfilos que não abrem mão de terem salvo seus filmes favoritos ou para os que têm muitas fotos e vídeos para guardar de lembrança.

Como saber a hora que devo formatar o notebook?

Qual HD externo comprar?

Se você está procurando por esse método para fazer o seu backup, recomendamos que escolha um hardware de pelo menos 1TB. Isso porque um HD externo doméstico é um investimento considerável, que começa entre os R$200,00 e, dependendo do tamanho de armazenamento, pode até passar dos R$1 mil.

Existem diversos tipos de disco rígido externo. Os HD Externos mais vendidos são os de 1TB, 2TB e 4TB.

Com o HD de 1TB você pode gravar cerca de 1 mil horas de vídeo, ou 250 filmes de duas horas, 3.2 mil fotos digitais ou 16.6 mil horas de música.

Com o HD de 2TB temos 2 mil horas de vídeo, 500 filmes de duas horas, 6.4 mil fotos ou 33. 2 mil horas de música.

E com o HD de 4TB você pode salvar 4 mil horas de vídeo, 1 mil filmes de duas horas, 900 mil fotos ou mais de 66 mil horas de música digital.

Pontos de atenção

Os discos rígidos externos podem falhar por várias razões diferentes. Pode ser pela qualidade inferior do produto, por ele já ser um pouco antigo, se for mal armazenado ou sofrer quedas e atritos grandes. Não podemos nos esquecer também de que se você é uma pessoa que perde coisas com facilidade, pode ser um risco considerável.

O fato é que é raro que um disco rígido externo novo falhe, e a maioria pode durar por muitos anos antes de precisarem ser substituídos, mas esteja ciente que imprevistos podem acontecer.

Pen drives

Resultado de imagem para pen drive
Os Pen Drives podem ter mais diversos formatos, desde um mais comum, como o da foto como incorporar cartões de crédito ou terem forma de personagens.

Embora o salvamento na nuvem tenha tirado um pouco o brilho dos famosos Pen Drives, ainda sim são uma excelente opção se você precisa armazenar uma quantidade menor de arquivos. A grande vantagem do pen drive também fica pela sua portabilidade.

Qual Pen Drive devo comprar?

Fique atento porque essa solução é mais indicada se você tem poucos arquivos para serem salvos, pois Pen Drives não são só fisicamente menores que os discos rígidos externos. No quesito armazenamento, eles também são compactos. As unidades com mais armazenamento possuem cerca de 256GB. Que são mais que suficientes para abrigar alguns milhares de documentos e fotos.

Se o seu caso for salvar sistemas operacionais, vale a pena procurar por ferramentas que compactem o sistema operacional, diminuindo o tamanho do documento para que possa ser compatível com o armazenamento do seu dispositivo.

Pontos de atenção

Pen drives podem quebrar, falhar ou ficarem corrompidos, o que os torna inúteis. Se algum desses problemas acontecer, é bem provável que você não consiga recuperar seus arquivos salvos. Novamente, é pouco provável que um pen drive novo possa falhar, mas é sempre bom estar ciente dessa possibilidade.

Armazenamento em nuvem

Resultado de imagem para armazenamento na nuvem
Diversas marcas oferecem o serviço gratuito com uma quantidade limitada de armazenamento.

Um dos mais usados atualmente. Tanto até que a fronteira do backup rompeu a barreira dos PCS e notebooks e o armazenamento na nuvem se tornou super popular nos smartphones. Basta fazer uma conta que pode ser gratuita ou paga e controlar seus arquivos salvo por meio de um aplicativo ou pelo site da empresa na internet.

Aqui nós temos seis serviços de armazenamentos em nuvem que possuem versões gratuitas. Confira:

Google Drive: são 15GB de espaço na nuvem gratuitos. A partir disso, você precisa pagar para ter mais espaço.
Dropbox: inicialmente, apenas 2GB de memória grátis.
OneDrive: já no OneDrive são 20GB free.
iCloud: a nuvem para dispositivos Apple disponibiliza até 5GB de graça.
Mega: aqui temos generosos 50GB grátis e até 4TB na versão paga.
Box: a plataforma disponibiliza até 10GB grátis.

Sua grande vantagem está em ver, modificar ou apagar arquivos guardados na sua conta de armazenamento em nuvem a qualquer momento, a partir de qualquer computador ou dispositivo móvel em qualquer lugar do mundo; e você pode também fazer o download dos seus arquivos de volta ao computador sempre que desejar.

3 maneiras de aumentar a performance do notebook

Quais são os problemas potenciais?

Mesmo sendo uma opção prática, fique atento a alguns riscos que envolvem, principalmente, a grande incógnita que ainda é a privacidade online. O serviço de armazenamento pode sofrer a invasão de hackers. Não é difícil encontrar exemplos de vazamentos de fotos de famosos ou dados confidenciais que viraram notícia.

Outro risco que pode acontecer é se a empresa de armazenamento em nuvem sair do negócio e desligar as operações. Mas fique tranquilo, caso isso aconteça, existem protocolos legais para que a empresa oriente num determinado período de tempo ações que possam ser executadas para que os arquivos sejam resgatados pelos usuários.

Um dos pontos mais chatos é se você não tem uma internet muito potente, pode sofrer para fazer o upload ou o download dos arquivos. Além disso, sem conexão, obviamente você não poderá acessar os seus arquivos armazenados em sua conta.



E aí, curtiu as nossas dicas? Ficou alguma dúvida? Escreve pra gente aqui nos comentários!

A bringIT é um e-commerce especializado em peças e acessórios para notebooks. Conheça nosso site clicando aqui embaixo!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *