Dicas para melhorar o sinal WI-FI do seu notebook

Tempo de leitura: 4 minutos

Como já apresentamos no post a tecnologia te irrita, o WI-FI é o principal causador de problemas para os usuários das novas tecnologias que surgiram a partir dos anos 2000. Para que você não fique com os cabelos em pé, apresentamos as principais dicas que você não tenha problema com o sinal WI-FI do seu notebook.

  •   Veja se o Wi-Fi está ligado

 Pode parecer simples e bobo, mas algumas vezes podemos ter modificado as configurações do notebook e desligado o sinal WI-FI sem ter percebido. Para isso indicamos que veja no seu notebook se o sinal está ativo ou não. Geralmente para ligar essa ferramenta existe algum teclado específico em cada modelo de notebook

  •    A rede não está bloqueada?

 Outra dica muito simples, mas que muitas pessoas se esquecem de realizar é a conferência da chave de segurança, elas estão presentes principalmente em locais que tem redes que podem ser utilizadas por muitas pessoas e para a maior segurança ficam bloqueadas. Não adianta nada você ter sinal WIFI, porém não sabe o código de acesso, nunca conseguirá se conectar.

  •  Reinicie seu computador (e talvez o roteador)

Existe uma rede com mais computadores, porém o seu é o único que não está conectando, tente reiniciar o notebook. Já, se possuir uma rede com mais de um computador ligado a ela, e se nenhum esteja conseguindo acesso a internet, reinicie o roteador. Fazer esses processos são necessários pois muitas vezes pode estar ocorrendo um erro temporário, realizando um novo acesso (ligar e desligar) resolve. Indicamos que sempre quando for realizar esse processo aguarde pelo menos 20 segundos para reiniciar os aparelhos.

  •  Mantenha seus equipamentos atualizados

Todas as tecnologias estão em contantes evoluções e com os notebooks não é diferente. Mantenha – se atualizado sobre novos equipamentos e versões de sistemas

  •  Posicione o seu roteador no melhor lugar possível

Muitas vezes o problema pode ser a posição do seu roteador, algumas vezes são colocados em locais que dificultam seu envio e recepção de sinal, damos o conselho de deixar ele em um local alto e sem nenhum obstáculo para atrapalhar o sinal. Indicamos ainda, deixar ele em um ponto central da sua casa, assim é possível um maior alcance em todos os cantos da sua residência. Se o problema persistir, o mais indicado é comprar um aparelho que tenha um alcance maior de sinal.

  • Coloque seu roteador nos padrões de fábrica

Algumas configurações podem ter sido alteradas durante os processos de configurações de rede ou atualizações que ocorreram no modem. Fazendo o Reset, todas as configurações padrões de fábrica voltarão e você poderá arrumar conforme a sua nova necessidade. Para realizar esse procedimento é semelhante em quase todos os roteadores, existe um botão ou buraco chamado “Reset” na traseira do aparelho, o aperte por cerca de 10 segundo e o processo estará concluído.

  • Mude a frequência dos aparelhos

Alguns outros aparelhos domésticos podem operar na mesma frequência dos roteadores Wirelles.Os Telefones sem fio e fornos de micro-ondas estão entre os principais responsáveis por esse problema, o mais indicado é comprar equipamentos com frequências diferentes, mas se não for possível, posicione eles longe um do outro dessa forma o problema já acaba ou é minimizado.

  • Aumente a segurança de sua rede

 Mesmo que você já tenha uma senha cadastrada em seu roteador não facilite! Já pensou que pode haver algum vizinho roubando o seu sinal?! Indicamos que altere a senha a cada 3 meses e que elas sejam feitas misturando letras e números. Lembramos também que é crime compartilhar o sinal com algum vizinho, pois quando foi feito a contratação do serviço estava claro que era apenas para um domicílio. Se for pego o usuário a multa pode ser de até 10 mil reais, no entanto dificilmente ocorrem punições, pois as fiscalizações que a Anatel realiza ocorrem somente mediante a denuncia.

 Apresentamos as dicas mais comuns para você não se preocupar com o seu WIFI, porém não são todas as existentes. Se os problemas persistirem indicamos que entre em contanto com a sua operadora de serviços de internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *