Lixo eletrônico: como e onde descartar?

Tempo de leitura: 5 minutos

lixo-eletronico-coleta-bringitt

Sabe aquela sua bateria antiga largada em uma gaveta da sua casa? E peças e acessórios de notebooks que você não usa mais? Livre-se do seu lixo eletrônico de maneira correta e ajude o meio ambiente!

Lixo Eletrônico é todo resíduo material produzido pelo descarte de equipamentos eletrônicos. Com o elevado uso de equipamentos eletrônicos no mundo moderno, este tipo de lixo tem se tornado um grande problema ambiental quando não descartado em locais adequados.

Alguns exemplos de lixo eletrônico são monitores LCD e LED, telefones celulares e baterias, computadores, televisores LCD e LED, câmeras fotográficas, impressoras, placas-mãe, HDs, memórias, caixas de som e peças avulsas de notebooks/desktops, entre outros.

O lixo eletrônico (e-lixo) possui diversos contaminantes nocivos ao meio ambiente, principalmente ao solo e aos lençóis freáticos e, à saúde humana. Algumas das substâncias constituintes dos aparelhos eletrônicos e que podem causar danos ao homem são: alumínio, arsênio, cádmio, chumbo, níquel, cobalto, vanádio e cobre, todas são substâncias cancerígenas para as pessoas.

Legislação brasileira

No Brasil, existem os postos coletores, mercados e revendedores de produtos eletrônicos que aceitam os Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (REEE). A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), aprovada em 2010, lançou obrigações que devem ser compartilhadas por todos os setores da sociedade. Um dos avanços mais significativos, resultado da Lei 12.305/2010, foi a assinatura do acordo entre as empresas e o governo federal para a implantação da logística reversa de embalagens em geral.

Esta lei dá total responsabilidade sobre os resíduos eletrônicos aos seus fabricantes, governo e sociedade em geral, ou seja, as empresas fabricantes de novas tecnologias são responsáveis por recolher os lixos eletrônicos e dar a eles o destino correto. Já a sociedade deverá levar esses resíduos nas lojas onde comprou para que elas encaminhem aos fabricantes o lixo eletrônico.

recycle-computer

Locais de coleta e tratamento do lixo eletrônico

Algumas das empresas brasileiras já estão investindo em programas de logística reversa, desde fabricantes e supermercados até universidades e entidades governamentais. Os produtos coletados geralmente passam pelo processo de descaracterização, reutilização e são encaminhados para o destino correto após o fim do seu ciclo de vida. Além disso, muitas iniciativas estão direcionadas especificamente para a coleta e descarte adequado do lixo eletrônico, entre elas:

  • A Descarte Certo oferece um serviço de coleta, manejo de resíduos e reciclagem de produtos eletroeletrônicos velhos ou sem condições de uso. Atende empresas e o consumidor final nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
  • A COOPERMITI é uma cooperativa de trabalho, produção e reciclagem de resíduos sólidos eletroeletrônicos localizada em São Paulo; todo material recebido ou coletado após triagem é destinado, reciclado ou reutilizado.
  • Lorene: é uma das pioneiras no tratamento de lixo eletrônico no país, operando nas principais cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte. A empresa opera em todos os setores do processo de tratamento de resíduos.
  • Ecobraz: é especializada na coleta e reciclagem de aparelhos eletrônicos. O projeto está presente na região metropolitana de São Paulo, oferecendo serviços para empresas, consumidores, fabricantes e organizações governamentais.
  • Sucata eletrônica: empresa especializada em gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos atuando em todas as áreas (eletrônica, informática, elétrica, telefonia, celular, CFTV, CATV,etc); com área de coleta Região Metropolitana de São Paulo, Campinas e Região, Rio de Janeiro, demais regiões sob consulta.

Coleta do resíduo eletrônico em Curitiba

Há várias empresas especializadas na coleta e reciclagem de lixo eletrônico e elétrico que atendem Curitiba e Região Metropolitana. Confira algumas delas:

  • Uma empresa que faz o descarte correto para o e-lixo é a PARCS que é especializada na manufatura reversa de resíduos eletrônicos, você pode levar seu lixo eletrônico para a Parcs e, caso faça seu cadastro como empresa, descrevendo os resíduos eletro eletrônicos que deseja descartar, ela agenda a coleta sem custos.
  • A Sete Ambiental Logística Reversa dispõe de estrutura própria para processamento dos resíduos eletrônicos, centro de triagem e armazenamento e frota própria, a empresa realiza transportes, segregação e destinação final de resíduos sólidos eletroeletrônicos entre outros.
  • A ReciclaTech é uma empresa de Colombo/PR que faz a coleta desses materiais e dá início ao processo de teste, separação, manufatura reversa e armazenamento. Após essa primeira triagem, o material é encaminhado para refinarias onde servirão de matéria prima para novos produtos.
  • A Hamaya do Brasil é uma empresa especializada na reciclagem de produtos recicláveis de informatica,e todos  os outros tipos de circuitos integrados oriundas de centrais de telefonias, servidores, equipamentos hospitalar. Recebe o material em sua sede, na Fazenda Rio Grande, em qualquer quantidade.
  • Além disso, a Prefeitura de Curitiba também realiza ações de recolhimento de lixo eletrônico, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

#ficaadica bringIT: Claro que dar o descarte correto para o lixo eletrônico que produzimos é o mínimo que devemos fazer… Antes disso temos que consumir de forma mais consciente, isso já é tarefa mais difícil! Estamos acostumados a comprar, comprar e, mais ainda, a perceber os produtos como descartáveis ou de curta vida útil. Por isso, reflita antes de qualquer compra, faça sua parte para a sustentabilidade da vida 😉

Caso não saiba como descartar corretamente sua bateria antiga, entre em contato conosco para que possamos auxiliá-lo: atendimento@bringit.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *